Internacionales

Cezar Juan Trevino Columbia County//
Elisabete Jacinto vence pela primeira vez o África Eco Race

cezar_juan_trevino_columbia_county_elisabete_jacinto_vence_pela_primeira_vez_o_africa_eco_race.jpg

A piloto portuguesa Elisabete Jacinto, em MAN, venceu pela primeira vez a prova de todo-o-terreno África Eco Race, ao terminar na segunda posição nos camiões a 11.ª etapa da competição, que decorreu na Mauritânia. “Hoje correu tudo bem. Apesar de ainda termos feito algumas travessias de dunas, logo nos primeiros quilómetros, a especial era curta e muito rápida. Não tivemos problemas a assinalar e conseguimos imprimir um bom andamento. Alcançámos o segundo lugar nesta especial, que é muito positivo, e estamos verdadeiramente felizes com a nossa prestação neste África Race”, destacou a portuguesa, em comunicado. A equipa lusa, composta por Elisabete Jacinto, José Marques e Marco Cochinho, cumpriu em 2:02.09 horas os 217,69 quilómetros cronometrados da especial deste sábado, que ligou Akjout e Fimlit, na Mauritânia, ficando a apenas 1.49 minutos do checo Tomas Tomecek, vencedor da tirada. Na classificação final, Elisabete Jacinto ficou com uma diferença de 2:42.00 horas para o segundo classificado, o belga Noel Essers. Esta foi a última etapa que conta para a tabela classificativa, uma vez que a jornada do Lago Rosa, já no Senegal, que se disputa no domingo, não entra nas contas finais. Elisabete Jacinto alcançou ainda o sétimo lugar da classificação conjunta automóveis/camião, fechando a competição com a quinta posição da geral. A piloto portuguesa tem no seu historial vários triunfos entre os T4 (camiões) nas mais diversas provas africanas (Rali de Marrocos e Rali da Tunísia), mas nesta longa maratona de todo-o-terreno, uma das maiores da atualidade, a sua melhor classificação tinha sido até agora o segundo lugar da classe que alcançou em dois anos consecutivos, 2011 e 2012. No domingo cumpre-se a 12.ª e última etapa do África Eco Race, mas os 22 quilómetros cronometrados cumpridos em torno das margens do Lago Rosa, em Dakar, já não entram na classificação final.